Dos 5 aos 30 graus

20190504_190401
Saímos de Huancayo ás 8h rumo a Huanaco, o mais próximo possível da Cordilheira Branca. Para nossa surpresa, nestas regiões centrais do Peru, os primeiros dias de Maio têm muitas festas alusivas a Nossa Senhora de Fátima.
No percurso observámos em várias localidades os habitantes com vestes e rituais que nos fizeram lembrar a nossa festa das Chagas.

Voltando ao cumprimento da rota de hoje foi de facto um dia excelente para rodar, com estradas secas e bem conservadas, vales fundos e sombrios mas verdes e arborizados.
Os paredões de rocha solta que bordejam as estradas deslizam encosta abaixo com grandes volumes de pedras e terra para as faixas de rodagem, obrigando a trabalhos de máquinas e camiões para os removerem e desobstruírem as únicas vias onde podemos prosseguir a nossa viagem. Muita paciência e sangue frio são essenciais.
Mas conseguimos chegar a Huánuco a seguir ao almoço, com tempo para arranjar alojamento para nós e para os veículos e preparar os dias que se seguem.
A cidade é menor que as anteriores mas ainda assim tem bastante trânsito e movimento de gente.
Umas cervejinhas e cama, isto cansa.

1dca906d-0c60-4f87-b44d-f163fdd3b130

64d1fd74-1683-460f-96f7-4206d27b34a4

51784e1b-5a90-4d61-bfbb-607ff697cc59

20190504_190331

IMG_5291

IMG_5294

IMG_5296

One thought on “Dos 5 aos 30 graus

  • 6 de Maio de 2019 at 1:33
    Permalink

    É sempre com muito agrado que lei estes relatos, e vivo-os com se aí estivesse… Aproveitem os momentos!
    Força um grande abraço a todos.👍🇵🇪🍺🤘

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *